Uma visita ao veterinário 24hrs – causa: grass seeds

Ahh o verão! Com ele os Londrinhos saem de suas tocas e aproveitam para pegar um sol e muita vitamina D. Eu comentei no último post que fomos no Wimbledon Common no sábado, e meu cachorro aproveitou muito pra correr, e cheirar todos os caminhos dos esquilos, raposas, e outros animais que vivem por aqui. O que eu não contei ainda foi o que aconteceu ontem (domingo)…

Pela manhã fomos passear com o nosso pequeno e não tivemos problema algum. Ele caminhou normalmente, e apesar de sua idade apresentou-se como um atleta! Depois de arrumar as coisas para ir a um churrasco na casa de amigos, fomos pegar o trem e percebi que meu cachorro começou a mancar.

Eu segurei ele no colo e procurei pra ver se tinha algo na pata, mas não encontrei. Passamos o dia super bem, ele brincou bastante com a cadelinha que tinha lá, e a noite voltamos pra casa. Na volta, senti que ele estava mancando novamente (tinha parado durante a tarde), e fui dar um banho. Foi ai que percebi na patinha dianteira, entre os dedos, já tinha uma região inchada e avermelhada, com pus, e o que parecia ser um espinho.

Como uma boa mãe, fiquei apavorada, e liguei para um veterinário 24 hrs que tem perto de casa (nessas horas foi bom eu ter uma listinha de veterinários de emergência).

Pausa para lição de inglês e aprender uma palavra que eu não sabia:

  1. Em português: “Meu cachorro estava mancando”
  2. Em inglês: “My dog was limping”

(Enfim, pelo menos foi isso que eu falei pra tentar explicar pelo telefone o que acontecia com meu cachorro)

A veterinária já me adiantou que a consulta ia custar £124.00, pois já era 21h da noite e já tinha entrado no horário de emergência. Enfim, quando se traz um cachorro pra sua vida fato é que dinheiro não pode ser problema. Assim como uma criança, pode ocorrer emergências e precisamos estar preparados.

Peguei o trem e fomos juntos, pois já queria que meu marido soubesse onde era. O meu baby foi no meu colo o tempo todo, pois não queria que ele forçasse ainda mais a patinha.

Chegamos lá e a equipe super atenciosa já me avisou que se tratava de um caso de GRASS SEEDS. Eu até agora não sabia o que era isso, mas se você tem animais de estimação aqui (principalmente cachorros), o parágrafo abaixo é pra você.

Grass seeds – o que você precisa saber

  1. O que é isso? Grass seeds pode ser traduzido literalmente como semente de grama. Em campos abertos,ou lugares onde existem muitas áreas verdes, casas com jardins, é comum encontrar.
  2. Aparece todo ano?  Geralmente as pessoas plantam as sementes durante a primavera, e por isso é nessa estação e no verão que o seu cachorro mais pode ser afetado.
  3. Como prevenir? Sair de casa é sempre um risco. O conforto do lar longe do perigo é ideal para humanos e animais. A vida, porém, precisa de agitação, felicidade, e sair da rotina. Todavia, algumas coisas podemos fazer para diminuir o risco:
    ** na primavera e no verão, evite espaços MUITO abertos (como a tança aqui que levou o seu dog para o Wimbledon Common no verão),
    ** sempre mantenha o pêlo do seu animal aparado. É importante que você leve seu animal de tempos em tempos para cortar o seu casaquinho natural, pra que facilite a visualização de objetos estranhos (como o grass seeds) e também para que ele não sofra tanto com o calor
    ** depois de todo passeio, faça uma inspeção no seu animal. Eu tenho a mania de lavar as patas, bundinha, boca, e pintinho do meu pequeno pônei logo após seus passeios, isso porque ele sobe em cima da cama e não tem como deixar um cachorro sujo subir né? Imagina! É a mesma coisa que dormir de tênis! Enfim, voltando ao assunto, sempre depois do passeio eu faço uma “massagem” que na verdade é uma inspeção pra carrapatos, pulgas, e agora GRASS SEEDS!
  4. Onde geralmente a grass seed espeta no animal? Os principais lugares que você pode encontrar essa semente são:
    ** no meio dos dedos das patas
    ** orelhas
    ** olhos (isso deve doer)
    ** nariz
  5. Como saber se meu animal tem isso? Fato é que se alguma coisa espetar você, você vai reclamar, ou diminuir a mobilidade naquela região. Se seu cachorro não reclama (igual ao meu) observe-o. O meu, por exemplo, começou a mancar no dia seguinte, e eu não tinha visto o espinho no meio dos dedinhos dele. =( #sentindoculpada
  6. O que fazer caso aconteça? PROCURE UM VETERINÁRIO IMEDIATAMENTE. Se você deixar seu animal sofrendo (mesmo ele não reclamando) a semente pode penetrar e ir migrando! Ela pode chegar ao pulmão, órgãos internos, e/ou ir migrando até um ponto que você será obrigado a mandar seu animal para cirurgia (!!!).

Eu encontrei esse site que mostra umas fotos e um texto bem bom sobre o assunto – Marc the Vet

Enfim, abaixo vocês podem ver as fotinhos do meu pequeno que GRAÇAS A DEUS levamos no veterinário e a semente estava lá a pouco tempo então não tinha migrado. Ele vai ficar 1 semana usando antisséptico e antibiótico tópico, mas fora isso tudo bem 🙂 A veterinário deu aqueles cones horríveis e desconfortáveis pra ele usar e não lamber a pomada, mas não consigo por aquilo! O que eu fiz (novas, mudando a receita do médico) foi fazer uma atadura para ele não lamber, com uma gaze em cima 😡

Ah! O Grupo Veterinário do Reino Unido que super recomendo – MEDI VET UK. É neles que levo meu dog, e eles também tem várias clínicas 24hrs. Foi em uma das clínicas deles que fiz o passaporte do meu pequeno, e também alguns reforços de vacinas. Eles são extremamente preparados, com centros cirúrgicos e veterinários mega competentes. Pra encontrar uma clínica mais próxima de você, basta colocar o seu Postcode (cep) clicando aqui.  De qualquer forma, clique aqui que o Google lhe mostra os veterinários 24hrs! É sempre bom ter o número a mão.

Lena 😉

Anúncios

3 Respostas para “Uma visita ao veterinário 24hrs – causa: grass seeds

  1. Oiii,
    Estou adorando seus posts, especialmente os sobre cachorro!!
    Ano que vem estou indo com a minha filha também.. ela estará com 1 ano e meio. E eu estou doida para passear com ela nos parques de London!! Hahaha
    Ela vai gostar de fazer amizade com seu filho!! Haha
    Suas dicas são excelentes, especiamente as de dogs!!
    É sempre importante prestarmos o máximo de atençao possivel nos nossos filhos né, e realmente, qualquer diferença que notamos temos que correr aos vets.
    Fiquei muito feliz em saber que ai em London tem esses vets tão competentes, pois é uma das minhas maiores preocupações né..aqui no Brasil está tão difícil achar um competente, tanto que vou no mesmo vet há 10 anos (levava meus outros filhos) e quando minha mãe se mudou com os cães continuamos levando no mesmo vet, pois não achamos um de confiança na nova cidade!!
    Parabéns pelas dicas.
    Beijos pra você e lambeijos para o seu cachorro!!!
    Paty & Pipoka 🙂

    Curtir

  2. Pingback: Quanto custa manter um cachorro em Londres? |·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s